Design sem nome

Associação do Bairro Benevente divulga relatório preocupante sobre a qualidade dos efluentes e da água do Rio Benevente

A Associação Comunitária do Bairro Benevente (ACBB) publicou recentemente dois relatórios detalhados sobre a qualidade dos efluentes e da água bruta na região de Mandoca, em Anchieta, no litoral sul do Espírito Santo. As análises foram realizadas pela Tommasi Ambiental, sob a responsabilidade técnica de Esthela Barbosa dos Santos, com coletas efetuadas em 4 de junho. (Veja abaixo as análises).

O primeiro relatório, identificado como 28956-1/2024.0.A, analisou a amostra de efluente da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e concluiu que os resultados não atendem aos padrões estabelecidos pela Resolução CONAMA Nº 430, de 13 de Maio de 2011, especialmente nos parâmetros de Nitrogênio Amoniacal Total e Sólidos Sedimentáveis.

O segundo relatório, identificado como 28955-1/2024.0.A, avaliou a qualidade da água bruta coletada a jusante do ponto de lançamento e também indicou não conformidade com a legislação vigente, conforme a Resolução CONAMA Nº 357, de 17 de Março de 2005, nos parâmetros de Carbono Orgânico Total, Fósforo Total, Materiais Flutuantes, Nitrogênio Amoniacal Total e Oxigênio Dissolvido.

A Tommasi Ambiental ressalta a importância de seguir procedimentos adequados de coleta e análise para garantir a precisão dos dados. A cadeia de custódia das amostras está disponível para consulta, assegurando transparência e confiabilidade no processo.

Esses resultados são um passo significativo no monitoramento da qualidade da água na região, refletindo o compromisso da ACBB com a proteção ambiental e a saúde pública.

“Os resultados dos relatórios da Tommasi Ambiental são encorajadores, validando os esforços da nossa comunidade ao acionar as autoridades locais para tratar e monitorar os efluentes de forma precisa. No entanto, os dados revelam danos ambientais significativos e impactos severos na pesca artesanal, vital para muitas famílias locais. É crucial que cumpramos integralmente a legislação ambiental para garantir a segurança contínua do Rio Benevente como fonte de água limpa. Estamos comprometidos em colaborar estreitamente com autoridades públicas, órgãos fiscalizadores e Cesan para proteger não apenas o meio ambiente, mas também a saúde e o bem-estar de nossa comunidade”, declarou João Simas, presidente da ACBB.

É importante destacar que a área de Mandoca, onde foram realizadas as análises, é protegida pela Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Papagaio. Esta região é vital para os pescadores artesanais do município e também abriga um sítio arqueológico tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Qualquer ação que prejudique a preservação deste local contraria os interesses dos moradores da região e do município.

Clique abaixo e veja as análises realizadas pela empresa Tommasi Ambiental.

2024-06-04 – Corpo Receptor – Jusante do lançamento – 28955-1-2024-0

2024-06-04 – Ponto de acesso à saída do efluente da ETE – 28956-1-2024-0

(DA REDAÇÃO \\ Gut Gutemberg)

(INF.\FONTE: Fabiano Peixoto \\ Capixaba News)

(FT.\CRÉD.: Internet \\ Divulgação)