Design sem nome

Guarapari: O destino do hospital de Guarapari nas mãos do próximo prefeito

Precisamos analisar como o próximo prefeito eleito de Guarapari vai cuidar do projeto do hospital. O atual prefeito, Edson Magalhães, promete o hospital há mais de 10 anos e ainda não conseguiu entregá-lo. A obra segue a passos lentos, e ele sempre adia a inauguração. Faltam cerca de 130 dias para as eleições, e é possível que Edson realmente não consiga entregar o hospital a tempo.

Mesmo que consiga, é provável que ele entregue apenas um prédio com alguns equipamentos, mas um hospital em pleno funcionamento parece pouco viável. Além disso, precisamos saber se o governo do Estado realmente apoiará este projeto, visto que ele é fruto de uma ideia do prefeito Edson e não de um planejamento do próprio governo estadual.

Edson Magalhães, promete o hospital há mais de 10 anos e ainda não conseguiu entregá-lo. A obra segue a passos lentos, e ele sempre adia a inauguração.

 

Apenas mais seis meses de mandato

Precisamos verificar se o Estado tem o orçamento disponível para apoiar este hospital, já que não estava previsto em seus custos manter uma instalação que resulta de um planejamento do prefeito Edson, que tem apenas mais seis meses de mandato. Em breve, ele perderá o poder decisório, e a política municipal de saúde em Guarapari nos próximos quatro anos não será mais planejada e executada por ele.

 

O que fará o próximo prefeito?

O próximo prefeito eleito enfrentará esse desafio: manter o gigantesco projeto de um hospital desse porte, que certamente consumirá muitos recursos do município, ou repensar o projeto, focando na saúde básica. Isso inclui garantir o funcionamento da UPA com médicos e enfermeiros bem remunerados e qualificados para atendimentos de emergência, além de unidades de saúde de qualidade nos bairros. A questão da média e alta complexidade (gestão do hospital) poderia ser resolvida em conjunto com o Estado, após as eleições e a definição do novo prefeito e de uma boa e transparente conversa junto à sociedade.

Resumindo, o hospital é necessário. No entanto, chegou a hora de saber o que fará o próximo prefeito de Guarapari. A resposta não está mais com Edson. Está com os pré-candidatos.

(DA REDAÇÃO \\ Guth Gutemberg)

(INF.\FONTE: Internet \\ Portal27)

(FT.\CRÉD.: Internet \\ Divulgação)